logo © 2011 aab arquitectura lda

EQUIPAMENTOS > LUGAR MULTI-RELIGIOSO, HOSPITAL SÃO JOÃO

 

localização: Hospital de S. João, Porto

data de projecto: 2010

fase: estudo prévio

área de construção: 370 m²

 

A concepção deste Lugar procura criar as condições adequadas ao exercício da assistência espiritual e religiosa nos hospitais e outros estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde, a pessoas, que por motivos de internamento se encontrem impedidas de o exercerem em condições usuais. Neste contexto este projecto exprime a intenção em dotar o Hospital de São João, no Porto, das melhores condições para os seus utentes.

Mais que um espaço Multi-Religioso encontra-se o propósito de ser Lugar de Oração, de diálogo intimo e pessoal com o Sagrado. O projecto esboça-se nesta ambiguidade: por um lado, formular a resposta a uma necessidade – Lugar de Oração - por outro, agregar a diversidade de povos, culturas e religiões.

Como resposta ao problema formulado, procedemos à concepção de um espaço rectangular central, nas laterais do qual se dispõe volumes, com formas distintas, correspondentes às diversas religiões. Deste princípio de composição destaca-se a noção de centralidade – essencial ao homem  religioso – em oposição à extensão homogénea e infinita, onde não é possível nenhum ponto de referência, e por consequência onde orientação nenhuma pode efectuar-se.

A posição central da assembleia e a disposição periférica dos Lugares de Oração estabelece uma relação convergente entre estes dois elementos, permitindo ao primeiro a orientação, através de cadeiras giratórias, em função da direcção do Segundo. A consideração de uma assembleia com múltiplas orientações, dentro de uma vontade comum, cristaliza o sentido Multi-Religioso que o Lugar adquire.

Mais que um espaço de Oração colectivo e impessoal, procuramos transportar para o projecto noções que nos parecem essenciais ao bem estar das pessoas, por vezes integradas num novo território. De modo a propiciar um maior conforto e bem estar optamos por caracterizar o espaço com três elementos essenciais: a Água, a Terra e a Luz.

A Água, ao ser usada no painel frontal à assembleia e na pia/lava-mãos à entrada, surge como melodia e fonte de purificação.

A Terra, proveniente de cada região, fornece os aromas através da germinação das plantas endémicas e surge como fonte cíclica de vida e beleza onde os vários povos se revêem. Para cada Lugar de Oração sugerimos a existência de um jardim adjacente ao volume que com ele poderá comunicar e que se dá a conhecer à assembleia.

Por último, a Luz que nos dá a conhecer o mundo nas suas múltiplas dimensões. Através dela experimentamos o sentido visual deste mundo concreto que nos oprime; através dela nos elevamos e alcançamos a “visualidade absoluta” das coisas imateriais.

Equip0
Equip1
Equip2
Equip3
Equip4
Equip5
Equip6
Equip7
Equip8